Phil Spencer nega alegações de que a Xbox quer adquirir estúdios japoneses

Phil Spencer negou as alegações de que a Microsoft quereria adquirir estúdios japoneses!

transferir by Diogo Moreira
Phil Spencer Xbox Japan Studios Thumbnail

A Xbox Series X & Series S está finalmente aqui, tendo sido lançada a 10 de novembro.

A Xbox dá o pontapé de saída para a próxima geração de consolas, com a Playstation 5 a seguir nos dias 12 e 19 de novembro, dependendo da região.

Falta de Exclusivos

Quando se trata de comprar uma nova consola, a escolha resume-se sempre a 3 coisas.

Qual consola tem o melhor controlador, qual é o que os teus amigos jogam, e qual tem os melhores exclusivos.

É universalmente acordado que a Playstation 4 tinha títulos exclusivos muito superiores, tais como The Last Of Us 2, Ghost Of Tsushima e God Of War.

o último de nós parte 2 adiar screenshot 011
EXCLUSIVOS: The Last Of Us é um dos principais exclusivos da biblioteca playstation

A Xbox tem a sua quota-parte de exclusivos como Halo, Forza e Gears of War, mas a maioria pode ser jogado no PC também tornando-os menos exclusivos.

A Microsoft também está fortemente focada no ecossistema Xbox nesta geração, tornando a marca o mais acessível possível.

LEIA MAIS: Xbox Game Pass: EA Play já disponível – Jogos Grátis para Xbox Series X / S e outras datas de lançamento

Isto significa que a maioria dos títulos não permanecerá presa na Série X, com a maioria a ser jogável no PC, bem como alguns a serem jogáveis na Xbox One e mobile via xCloud.

Aquisição ZeniMax

No início deste ano, a Microsoft adquiriu a ZeniMax, a empresa-mãe de estúdios como a Bethesda e a Id Software.

Isto coloca franquias como The Elder Scrolls, Fallout, DOOM, The Evil Within, Desonrado e Wolfenstein sob o guarda-chuva da Microsoft.

Xbox Games com Gold April 2020 Previsões Doom
AQUISIÇÃO: A aquisição da ZeniMax coloca franquias como Doom, TES e Fallout sob o guarda-chuva da Microsoft.

Também pode significar que estas franquias podem estar ausentes da formação da PS5 quando os títulos futuros forem lançados.

O negócio valia 7,5 mil milhões de dólares e foi uma das maiores aquisições na indústria do jogo durante muitos anos.

Xbox para adquirir estúdios japoneses

Nas últimas semanas começaram a surgir rumores de que a Xbox está a tentar adquirir alguns estúdios japoneses de topo para tentar ajudar a marca a vender mais consolas no Japão.

A Xbox sempre foi largamente mal sucedida no Japão, especialmente na Xbox One.

Algumas semanas a Xbox One venderia tão pouco quanto um dígito de unidades.

Isto desempenhou um papel na Xbox One falhando a “guerra das consolas” durante a última geração.

LEIA MAIS: PS5 Stock: Consola da Próxima Gen esgotada no Japão sem mais stock para lançamento

No total, a PS4 já vendeu mais de 113 milhões de unidades, enquanto a Xbox One vendeu pouco mais de 50 milhões.

Os relatos afirmavam que a Microsoft procurava adquirir uma série de pequenos e grandes estúdios japoneses e que os criassem jogos exclusivamente para a marca Xbox.

Isto seria feito na esperança de que o mercado japonês e asiático fosse mais incentivado a escolher o Xbox Series X em vez da PS5, ou pelo menos optar por possuir ambos.

Imediatamente após os rumores começarem a especular sobre quais os estúdios que poderiam estar na mira da Xbox.

Estúdios como a Konami, a Capcom e a Sega foram discutidos como possibilidades.

Phil Spencer responde

Numa entrevista com o Gamespot Phil Spencer reagiu aos rumores dizendo:

“Não me parece, quero dizer, não estou em todas as reuniões que todas as equipas têm, mas não vou dizer de mim. A maioria das oportunidades que tivemos até agora foram uma relação duradoura, e por isso, acho que não estamos lá fora com o nosso cartão de visita, a atirá-las para a esquina, a tentar encontrar pessoas.”

Ele também acrescentou que estava entusiasmado por trabalhar mais perto com o estúdio japonês Tango Gameworks, um estúdio que a Microsoft adquiriu no negócio ZeniMax.

LEIA MAIS: PS5 v Xbox Series X: Comparação de tempos de carregamento – Red Dead 2, Destiny 2, Batman Arkham Knight & mais

Tango Gameworks é responsável pela série de jogos Evil Within, bem como pelo próximo Ghostwire: Tokyo.

É interessante que Ghostwire: Tokyo esteja previsto para 2021 na Playstation 5 e Windows, mas até ao momento não houve qualquer palavra sobre uma porta Xbox Series X.

Agora que a Tango Gameworks é propriedade da Microsoft, é possível que o jogo também seja lançado na Xbox.

Phil Spencer disse que os jogos que já estão agendados para serem lançados na PS4 e PS5 continuarão a fazê-lo, em vez de serem arrebatados.

No entanto, no que diz respeito a títulos futuros, como Fallout 5, The Elder Scrolls 6 etc, a Microsoft irá levar cada jogo caso a caso e decidirá se os quer lançar nas consolas dos seus concorrentes.

Mas a libertação de futuros títulos na PS5 não está fora de questão, algo que duvido que possa ser dito se as mesas fossem viradas e a Sony fosse dona destes estúdios.

Diogo Moreira