Quando é que a Operação Estrela Norte do Rainbow Six Siege sai?

Thunderbird vai ser o mais novo Defensor a juntar-se à lista do Rainbow Six Siege!

transferir by Diogo Moreira
capa 160

A mais recente actualização sazonal do Rainbow Six Siege,a introdução da Operação Estrela Do Norte, está a caminho. Aqui está tudo o que precisa de saber quando chegar aos Servidores de Teste e quando a actualização completa será lançada.

Data de Lançamento da Operação Estrela Do Norte

A nova temporada, Operation North Star, deverá ser lançada nos Siege Test Servers, o TTS, no dia 25 de maio. Quase todas as alterações propostas estarão ao vivo para os jogadores experimentarem e a Ubisoft a ajustar à medida e quando.

Isto inclui as alterações de equilíbrio do Operador, a remodelação da Favela, e tudo o resto, excepto as novas “Actividades da Morte”.

Após um período de testes, a Operação Estrela do Norte deverá chegar no dia 14 de junho. Isto é apenas dois dias após Ubisoft’s UbiForward na E3 2021.

Quanto ao tempo específico, ainda não temos confirmação, mas estamos à espera disso a meio da tarde, no dia da actualização.

O que vem aí na nova actualização?

Esta é a parte excitante… A Operação Estrela do Norte vai ser outra grande actualização sazonal para o Rainbow Six Siege e é seguro dizer que os jogadores do Siege estão a ser tratados.

Thunderbird é o mais recente Defensor a juntar-se ao Siege Roster e vai actuar como a “nova cara” desta temporada. Favela é o próximo mapa a sofrer algumas alterações, que devem ver a rotação melhorar e torná-lo mais jogável

O Laboratório de Metanfetaminas desapareceu, houve alterações na destrutividade do local e os pontos de estrangulamento dos Atacantes foram ajustados. Promete ser um conjunto sólido de alterações ao mapa que muitos jogadores vão acolher.

Há também uma série de mudanças de equilíbrio do Operador, um novo Sistema de Saúde para substituir o Sistema de Armadura em jogo no momento, e muito mais.

LEIA MAIS: Rainbow Six Siege – Novos detalhes do operador Thunderbird foram vazados

Diogo Moreira